Minha História

Eram meados de 1996 quando, em Porto Alegre, bem sucedido profissionalmente e estabilizado financeiramente, eu, Marcos d’Ajuda, decidi dar um tempo para o terno e a gravata, para vestir bermuda, calçar chinelo e viver próximo à praia.

 

Vivendo no Sul da Bahia, mais precisamente na cidade de Porto Seguro, iniciei um processo de degradação com o uso constante de drogas lícitas (álcool) e ilícitas (cocaína), que rapidamente me tornaram um homem fracassado, um empresário falido.

 

Em um período de dez anos perdi tudo que eu possuía de bens materiais e, principalmente, o convívio com minhas duas filhas, Manoella e Rafaella. Aos 39 anos, em estado de obesidade sedentária, passando dificuldades financeiras, vivendo no ambiente fétido de um pequeno quarto de pensão, tomei a decisão que mudaria totalmente os rumos de minha vida: comecei a caminhar.

 

Praticando caminhada diariamente, gradativamente fui abandonando o desejo compulsivo das drogas, substituindo-o pelo gosto pela prática de hábitos saudáveis.

 

Em 2006 surgiu em minha vida um anjo-mulher, minha atual esposa, a Andrea, para me resgatar e me levar para bem longe de onde outrora fora um inferno. Em Belo Horizonte, já tendo superado de vez o consumo de drogas, dando continuidade à minha vida saudável, com muita determinação, disciplina e perseverança, me tornei um corredor de rua, que corre sempre para se divertir e nunca para competir.

 

Atualmente, aos 50 anos de idade, tendo eliminado 40 Kg somente com a prática de hábitos saudáveis, mantenho uma rotina de treinamentos na qual corro, em média, 350 Km de felicidade todos os meses, o equivalente a cem maratonas anuais.

 

Não sou melhor que ninguém, apenas encontrei na corrida de rua e no estilo de vida saudável uma forma mais equilibrada de viver a vida e ser feliz.