Marcos d'Ajuda
25 julho 2017
IMG_5520

EQUILÍBRIO NECESSÁRIO

Corredor de rua, o brilhantismo da mente humana é indiscutível. Através de nossos pensamentos podemos criar um mundo paralelo para sermos o que imaginarmos. Mas, obviamente, no mundo real em que vivemos quase sempre seremos apenas o que podemos. E o seu corpo, corredor de rua? Já reparou a inteligência que o mesmo carrega? Conseguiu perceber os gritos silenciosos de socorro ecoados através da dor após insanos desafios propostos pelos desejos de sua mente? Notou as inúmeras vezes que a fadiga dos músculos de seu corpo cansado, a máquina que te move rumo aos prazeres da prática de atividades físicas, tentou te avisar sobre os excessos comemorados pela mente? Recorda as inúmeras vezes em que, com a sensação de fraqueza, faltou motivação para encarar os seus pesados treinos? Moral da história: um corredor de rua precisa encontrar dentro de si mesmo, através do auto-conhecimento, o equilíbrio entre os desejos de sua mente e as capacidades de seu próprio corpo. O resto é papo-furado para vender revistas!


QUERO OUVIR VOCÊ!
FAÇA SEU COMENTÁRIO! PARTICIPE!